Home
Quem sou eu?
A dona barata
O fantasma...
A peq grande
J. e a origem
J. e as palavras
Sofia e a joan...
Fadas sem asas
Quem descobriu
Premiações
Críticas
Fotos/eventos
Outros Contos
Dicas 1º Livro
Curiosidades
Pág. Restrita
Fale conosco



Os prêmios literários de que participei...

      Para divulgar seus escritos, alguns autores têm preferido encarar outros concorrentes num prêmio literário a ter que esperar um milagre ou uma carta-padrão de uma editora negando o original. Uma das vantagens de inscrever os originais nas disputas literárias atualmente disponíveis é que o mesmo texto pode ser submetido a diversos concursos fazendo com que seja lido por vários profissionais e especialistas (geralmente as bancas examinadoras são compostas por no mínimo três pessoas da área). Assim, mesmo não alcançando o primeiro lugar nas acirradas disputas literárias, o autor obtém um retorno mais rápido sobre sua avaliação (pontuação/classificação) que aquele dado pelas editoras e expõe seus textos à visão crítica de um maior número de pessoas. Além do mais, geralmente a premiação inclui toda a parte de revisão, editoração, divulgação e publicação, o que transforma os prêmios e concursos literários em grande oportunidade para os autores desconhecidos.

..

      Desde 2010, quando efetivamente comecei minha `carreira` de escritor de histórias infantojuvenis, já participei de vários prêmios e concursos de literatura, nem sempre alcançando bons resultados nas acirradas disputadas literárias pelo país a fora. Os eventos abaixo relacionados são aqueles em que logrei algum êxito com o envio de meus textos.

Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.

2010. Obtive menção honrosa no I Concurso Cepe de Literatura Infantil e Juvenil de 2010, promovido pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), onde foram inscritos 435 obras de todo o País, com o conto infantil A dona barata (diz que) foi à guerra, publicado pela Editora Cepe (Recife/PE) em outubro de 2011.

2011. Com a novela direcionada para o público juvenil intitulada O fantasma da filha do coronel alcancei o primeiro lugar no Prêmio Eliane Ganem de Literatura Infantojuvenil de 2011, concurso literário realizado anualmente pela escritora Eliane Ganem, sendo o livro publicado pela Editora Arte Final (Niterói/RJ) no mês de maio de 2012.


2012. Participei do 1º Prêmio Cuore de Literatura Infantil e Infantojuvenil da Editora Cuore (Tatuapé/SP), promovido no período de 16 de janeiro a 30 de março de 2012 que contou com a participação de centenas de inscritos, onde fiquei entre os finalistas (sexto lugar) com o conto A pequena grande mentira. Resultado publicado em maio de 2012.

2013. Com o conto Joãozinho e a origem do Capitão Malvado alcancei o primeiro lugar no Concurso Nacional de Literatura Infantojuvenil - 2013, realizado pela Fundação Municipal de Cultura de Ponta Grossa/PR, na categoria nacional - lendas lúdicas. Foram inscritos 76 textos e o resultado foi divulgado dia 18/02/2014. Premiado com R$ 1,2 mil, o texto será publicado posteriormente por aquela fundação em uma edição de 1000 (mil) exemplares.


2013. Participei do IV Concurso Agostinho de Cultura - 2013, promovido pela Editora Adonis (Americana/SP) que contou com a participação de cerca de 100 obras inscritas, oriundos de 9 Estados brasileiros, onde fui indicado pelo júri como um dos finalistas (terceiro lugar) na Série Leitor em Processo (a partir de 8 anos) com o texto Joãozinho e as palavras difíceis.

2016. Publiquei, por meio do método de Self Publishing (auto-publicação) da Amazon Kindle Direct Publishing – KDP, no formato Kindle eBook (www.amazon.com.br) os livros eletrônicos: “A pequena grande mentira” e “Sofia e a Joaninha: uma amizade nada convencional”.


2016. Publiquei em setembro o conto infantojuvenil `Joãozinho e as palavras difíceis` pela Editora Adonis (Americana/SP), direcionado ao Leitor em Processo (a partir de 8 anos).

2017. Revisão e republicação da novela infantojuvenil `O Fantasma da Filha do Coronel` pela Editora Adonis (Americana/SP), com revisão ortográfica, pequenos ajustes no texto e novo formato de editoração e ilustração.

2018. Publiquei, em maio/2018, por meio do método de Self Publishing (auto-publicação) do Clube de Autores (www.clubedeautores.com.br) os livros nos formatos impressos e eletrônicos: “Fadas sem asas existem” e “Quem descobriu o Brasil? Teriam sido as fadas?”.

Site sempre em fase de construção - críticas/sugestões: fhelios@gmail.com

Site pronto: NetFacilita